Progresso e gramática.

(aqui grande)

Espero que depois desta imagem deixem de se referir a Lisboa como o centro. Aliás, peço-o encarecidamente. Se há um centro no oeste peninsular, este é o Porto. E se havia dúvidas, não há nada como o visual para as eliminar. Espero que deixem de falar de TGVs para Madrid, de pontes sobre o Tejo ou de ‘aeroportos nacionais’. Não é do ‘interesse nacional’ investir desmesuradamente em Lisboa, mas apenas do ‘interesse’ de quem lá mora. Já é tempo de exigir o que nunca devia ter deixado de ser nosso.

5/2/2010: versão corrigida


post relacionado

19 COMMENTS
Janeiro 19, 2010
ad

como ficaria esse mapa se considerarmos a densidade populacional?

Janeiro 19, 2010
ad

As áreas a vermelho e a amarelo respondem à densidade populacional. Nos verdes as áreas são muito semelhantes (25.000 km2 no norte, 23.772 km2 à volta de lx), mas a densidade no norte é sempre superior (189 hab/km2 no norte, 177 hab/km2 à volta de lx.

Janeiro 19, 2010
ad

Bem vindo meu caro. Esta é uma luta que eu travo há muito. Mas infelizmente não temos nem ‘elites’ nem políticos para impor a verdade. As que existem estão ‘dominadas’. É hora de novas vontades tomarem as rédeas do nosso destino.

http://www.porto.taf.net/dp/node/1176
http://www.porto.taf.net/dp/node/5763

Janeiro 19, 2010
ad

Caro Nuno, partilhei na página da ACdP no facebook onde há mais comentários: http://www.facebook.com/pages/Porto-Portugal/ACdP-Associacao-de-Cidadaos-do-Porto/151540304456?ref=mf

Cumprimentos,

MB

Janeiro 20, 2010
ad

todos estes anos… eu sabia ;P não sou do sul! a figueira da foz está à volta do porto. eu sabia.

só hoje vi a imagem (já te tinha ouvido falar sobre isto). sim, visualmente, fica esclarecido. só não vê quem não quiser.

abraço (sou nortenho, carago sou nortenho :D )

ad

[...] O Porto não é pequeno nem é segundo [...]

ad

[...] Nuno Gomes Lopes   [...]

Janeiro 27, 2010
ad

Caro Nuno Gomes Lopes,

Dada a temática abordada, tomei a liberdade de publicar este seu “post”, com o respectivo link, no
.
Regionalização
.

Cumprimentos

Luís Correia
Janeiro 27, 2010
ad

Permita que lhe diga, este mapa é não é muito honesto… Compara o que não é igual: as formas de povoamento são diferentes e as suas causas também.
No sentido de Lisboa há padrões de movimento de bens e pessoas que à volta do Porto não se verificam tão simplesmente porque não estão centradas aí. Concretizando, faltam outras manchas laranjas, vermelhas e verdes por esta ordem.
O argumento da justa partição do bolo orçamentário é simplista e aborrecia… Receio (e não sou o único) que venha a ser perigoso…
Interessa discutir as orientações geográficas da divisão (N-S-E-W), mas já não interessa discutir porque tanto autarca a Norte (pudera, são tantos!) defende a Regionalização. O limite são três mandatos, não é?
Bocas eleitas que trincam o pão que o Povo lhe oferece e famintas do croissant que há-de vir.
Vergonha!

Janeiro 29, 2010
ad

[...] dúvidas, não há nada como o visual para as eliminar" (Nuno Gomes Lopes) (imagem tirada daqui)   A primeira leitura que se faz é de perplexidade. Se não houver explicações, é uma [...]

António
Fevereiro 5, 2010
ad

É sabido que a população “á volta do Porto” é maior que a população “á volta de Lisboa” porque o Minho, Tâmega e Beira Litoral são zonas mais populosas e densas que a Estremadura, mas a população verdadeiramente urbana de Lisboa é maior e para mais na zona a cor de rosa de Lisboa está Loures que devia estar incluida na zona laranja (são mais 200000 Hab.) e V.F.Xira até está na zona verde quando devia estar na laranja (+130000 Hab.)

António
Fevereiro 5, 2010
ad

E muita da população que vive no Grande Porto, tem ligação à sua localidade e não apenas à metrópole, por ex freguesias como Pedroso e sempre foram relativamente grandes. Já as populações de Queluz, Rio Mouro, Cacém, etc. vivem lá apenas por preço, no fundo são tudo habitantes de Lisboa.
A população destas zonas há 50 anos era ínfima, enquanto nos arredores do Porto já vivia muita gente, que não é urbana. É uma região de população densa como sempre foi mas não está apenas ligada ao Porto, é uma região policêntrica, enquanto que Lisboa é monocêntrica

António
Fevereiro 5, 2010
ad

Quero eu dizer que não é só pelo tamanho que se devem ver as coisas. O Porto é grande mas não é só pelo tamanho que tem que se afirmar, é pelas suas qualidades e capacidades dos seus habitantes. Comparo o Porto um pouco a Milão. Até o tipo de povoamento. A zona de Milão tem quase tanta população como a de Paris, mas os arredores de Paris são uma verdadeira continuação da cidade, enquanto Milão é uma condensação urbano-”rural” como a do Porto

Fevereiro 5, 2010
ad

Caro Luís Correia: O mapa que publiquei é uma manipulação de números, de modo a construir uma mensagem visual. É honesto no que transmite, parece-me. Como eu não quis explorar ‘formas de povoamento’ ou ‘padrões de movimento de bens e pessoas’, mas apenas densidades populacionais, não minto. Existiam, como bem diz António, incorreções. O ficheiro corrigido está aqui (http://www.flickr.com/photos/30347394@N02/4333266502/). Esqueci-me de contabilizar Alpiarça e Almeirim na contagem, e o desenho à volta do Porto ficou mais correto. Assim como à volta de Lx, como referiu António.

ad

[...] a Alta Velocidade PIDDAC 2010 O Porto não é pequeno nem é segundo related postO Porto não é pequeno nem é segundoParadoxo a Alta VelocidadeTítulo do Ano 67O [...]

Zequinha
Abril 16, 2010
ad

Reparem, gostam de novelas lisboetas, vão ter que as comer ao jantar… Os lisboetas teem bue de de empreguinhos bonitos a espera deles… Enquanto no NORTE o pessoal tem de emigrar…
É canais televisivos, é governo, é tudo e mais alguma coisa… Abaixo lisboa, VIVA O PORTO E O NORTE…

Zequinha
Abril 16, 2010
ad

Digo mais, se forem a Lisboa pela tó-estrada nova (A8), ainda estão a ver chaparros, já estão a 10km de lisboa… Enquanto no PORTO a Metropole faz um raio de cerca de 100km… E mais… Enquanto eles lá vivem praticamente todos em apartamentos… Nós cá temos vivendas com terreno, por isso ocupamos mais espaço… Tenho dito… Norte Verdinho… Sul seco desertico… Buah…

Abril 16, 2010
ad

Luis correia, tens duvidas, vai a este site… E come uma saladinha de alface qu’isso passa-te…

ad

[...] atualização e correção de uma anterior infografia, apresento o mui belo e estimável ‘Portocêntrico’, a última criação cá da casa. [...]

Post a comment